• Gabi Bigarelli

Como comprar um vinho bom e barato?


Uma boa taça de vinho é sempre uma ótima pedida! Para os amantes da bebida, o momento de escolher um rótulo pode ser uma grande diversão, afinal há tantas possibilidades de sabores nos esperando.

Porém, existem ainda apreciadores que acreditam que para que um vinho seja bom ele precisa ser caro.

Não é verdade que o preço é um fator que define a qualidade de um vinho. Existem vinhos excelentes com preços bastante acessíveis.

Até porque, para qualificar um rótulo, eu sempre uso um princípio: o melhor vinho é aquele que te agrada.

O preço do vinho não precisa ser elevado para que ele tenha qualidade.

Neste artigo, quero falar um pouco como vinho caro não é sinônimo de vinho bom e dar algumas dicas para selecionar rótulos mais acessíveis.


O que é preciso considerar na hora da compra?

Desde que iniciei meu trabalho com vinhos, defendo que estudar e compreender como degustar a bebida nos dá a possibilidade de explorar novos sabores.

Por isso, se você está iniciando sua exploração pelo incrível universo dos vinhos, eu recomendo muito que você leia nosso Guia Prático para Degustação de Vinhos, clicando aqui.

Quando aprendemos a apreciar um bom vinho, entendemos quais atributos devemos avaliar, seja tinto, branco ou rosé, para nos encorajar a experimentar diferentes uvas e regiões produtoras.

E é durante essas explorações que vamos descobrindo quais tipos de vinhos nos agradam mais.


Fique atento a todos os detalhes

Ao experimentar um novo vinho, é importante ficar atento a todas informações do rótulo, como a uva, safra, graduação alcoólica, país de origem e etc.

Todos esses saberes ajudam na hora de escolher um rótulo, tenha ele o preço que for.

E para entender melhor o que significa cada informação contida na garrafa, é importante ter algum conhecimento sobre a vitivinicultura - atividade que envolve o cultivo das vinhas e como o vinho é fabricado.

Além das informações técnicas, desenvolver autoconhecimento é essencial para que você consiga distinguir o que lhe agrada mais em relação às uvas e estilos de vinho.

Afinal, esta percepção é muito pessoal, o que pode ser um bom vinho para uma pessoa, pode não ser para outra.


Escolhendo um vinho bom e barato

Agora que você já sabe as diretrizes básicas para escolher um vinho, vamos para ao que interessa: como selecionar um rótulo com preços acessíveis?

Escolher um vinho bom, como eu disse, pode ser muito subjetivo. Cada um de nós temos gostos e preferências diferentes, e estar cientes delas lhe ajudará a escolher um vinho.

Mas eu posso garantir que é possível economizar sem deixar a qualidade de lado.

Para facilitar, aqui vão algumas dicas:

  • Registre suas percepções

Sempre que você experimentar um vinho novo, além da uva, do nome do vinho e do produtor, anote - seja em um bloquinho ou guardanapo - as características que te agradam e desagradam.

  • Estude a composição

Procure conhecer mais sobre os tipos de uvas e suas composições. Se você já é um apreciador de vinhos, o ideal é sempre experimentar os tipos que você ainda não provou.

  • Novos lugares

Se quiser algo novo, opte pelos vinhos do novo mundo, ou seja, os não europeus. Geralmente, são vinhos mais inovadores e até ousados, pois aceitam melhor a intervenção da tecnologia, enquanto os países do velho mundo costumam ter mais tradição e serem mais clássicos no quesito produção.

  • Peça indicações

Peça dicas para quem entende e sempre pesquise sobre o assunto! Esteja por dentro de blogs e sites especializados em vinhos.


Com essas dicas em mãos, você passará a compreender melhor seus gostos e preferências, o que irá ajudar na hora de escolher rótulos semelhantes com preços mais acessíveis.

Experimentar novos rótulos e ir catalogando suas impressões é sempre recomendável para que você consiga compor uma lista de marcas boas e acessíveis de acordo com as características que você aprecia.

Outra possibilidade, também, é participar de algum clube de vinho, em que você recebe vinhos diferentes todo mês e aumenta seu leque de conhecimento.


Serviços personalizados para consumidores

Por fim, para escolher por rótulos de qualidade, sem cair nas armadilhas de 'preços altos equivale a qualidade alta', minha recomendação é contar com o serviço de Personal Sommelière.

Dentre as diversas ações que compõem a consultoria, fazermos a orientação da compra de rótulos de vinhos diversificados, de acordo com seu gosto, sua personalidade, o que vai otimizar suas aquisições com vinhos que realmente agradem seu paladar.


Ficou interessado? Entre em contato comigo e saiba como montar uma adega única para você!

E-mail comercial: contato@gabrielabigarelli.com.br

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo