• Rebeca Garcia Krähenbühl

Como saber se o vinho está estragado?


Não existe nada mais desagradável do que abrir um vinho e sentir aquele sabor de vinagre, oxidado. Uma baita decepção para nós, né? Esse tipo de situação é bem comum, em casa e até mesmo em bares e restaurantes. Muitas pessoas esquecem, mas o vinho é uma bebida “viva” e, ao decorrer das suas etapas de fermentação, vai se transformando e ganhando novos sabores. Por isso, é importante ficar atento aos 4 fatores que podem nos dar possíveis “pistas” sobre o vinho estar bom ou não:

  1. ROLHA Observe a rolha na hora de abrir a garrafa, se ela estiver se despedaçando, mofada ou com um odor estranho, pode ser que algo esteja errado.

  2. OLFATO Ao servir na taça, sinta os aromas, caso venha um cheiro forte, parecido com acetona ou vinagre, provavelmente está oxidado.

  3. COR Outro fator bastante importante, ao servir, observe: Tinto: sua coloração não pode estar com tons acobreados. Branco: desconfie se ele estiver rosado ou levemente avermelhado.

  4. SABOR Por fim, esse é veredito! Se sentir um sabor amargo ou muito ácido, parecido com o vinagre, sinto dizer, mas o seu vinho realmente estragou.

Alguns cuidados simples podem evitar esse tipo de situação, como a forma de armazenar o vinho! Guarde suas garrafas em um lugar fresco e arejado, ou na adega com a temperatura correta. Fique de olho na umidade excessiva e o melhor é que fique longe do sol. Ahh, não esqueça de deixar a garrafa sempre deitada, de forma que o líquido fique sempre em contato com a rolha, isso evita que ela resseque e acabe estragando a bebida. E aí, já aconteceu isso com você? Agora você já sabe como identificar os defeitos e não deixar isso se repetir. Saúde!

2 visualizações

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS:

©2020 Gabriela Bigarelli, todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Dharma Marketing.

  • Instagram - White Circle
  • Branca ícone do YouTube
  • Facebook - Círculo Branco

ENTRE EM CONTATO: